top of page
Buscar
  • Foto do escritorRedação G7

TARTARUGAS SÃO SOLTAS NA PRAIA DO GUAIÚBA APÓS PASSAREM POR TRATAMENTO


TARTARUGAS SÃO SOLTAS NA PRAIA DO GUAIÚBA APÓS PASSAREM POR TRATAMENTO


Três tartarugas-verdes (Chelonia mydas) foram soltas em uma praia de Guarujá, nesta terça-feira (25). Os animais foram resgatados pelo Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos e passaram por recuperação no Instituto Gremar, responsável pela soltura.



Os animais foram devolvidos ao habitat natural na Praia do Guaiúba. Uma das tartarugas liberadas passou pelo Centro de Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos pela segunda vez. As equipes conseguiram verificar, por conta de uma anilha de identificação, que ela havia passado por tratamento entre os meses de abril e dezembro. O animal foi resgatado novamente no dia 16 de janeiro, na Praia de Itaquitanduva, em São Vicente.


A tartaruga foi atendida por conta da alteração na flutuabilidade causada por resíduos sólidos presentes na água. Ela defecou lixo e precisou de uma sonda para retirar outro resíduo que impedia a alimentação. Com a retirada, ela ganhou peso e restabeleceu-se por completo, superando também uma anemia.


O segundo animal foi resgatado em Bertioga, no dia 9 de junho, preso a um fio de pesca. Ele tinha uma lesão na nadadeira anterior direita, que provocou problemas na circulação, sob risco de amputação. O anzol também atingiu a outra nadadeira e o pescoço, provocando lesões menores.


O tratamento envolveu massagens e fisioterapia para diminuição do edema. Recuperada, ela atingiu o peso ideal e teve a amputação descartada, como explica a equipe.




A terceira tartaruga apresentava sinais de afogamento e foi resgatada por bombeiros na Praia de Pernambuco, em Guarujá, no dia 7 de julho.


O animal foi encaminhado ao Gremar, onde um exame indicou infecção. Após tratamento com antibióticos e boa evolução do quadro geral, ela foi transferida para um tanque com maior volume de água, onde apresentou comportamento natural, sendo liberada para soltura.


Por conta da pandemia, o Gremar ressalta que segue atento às recomendações das autoridades de saúde, e tem adotado medidas rígidas para prevenir o contágio pelo coronavírus e dar continuidade ao trabalho de resgate e reabilitação de animais marinhos da melhor forma possível.


O Instituto Gremar monitora a área entre São Vicente e Bertioga, e funciona 24h. Os banhistas podem acionar as equipes pelo telefone 0800-6423341 ou (13) 99711-4120, ao localizarem animais encalhados nas praias da região.



G1/Baixadasantista/Gremar

2 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page