top of page
Buscar
  • Foto do escritorRedação G7

Correios dizem que querem reduzir efeito da paralisação e celebram acordo


Após o julgamento do TST (Tribunal do Superior do Trabalho) que determinou o fim da greve dos funcionários, a estatal divulgou nota para comentar a decisão e afirmou que "segue executando o plano de continuidade do negócio, com a realização de mutirões de entrega, inclusive em fins de semana e feriados, com o objetivo de reduzir os efeitos da paralisação parcial dos empregados à população"


Os Correios afirmaram, ainda, que a decisão de hoje é uma demonstração de adequação à realidade. "Ficou claro que é imprescindível que acordos dessa natureza reflitam o contexto em que são produzidos e se ajustem à legislação vigente"


DECISÃO QUE ENCERRA GREVE


A corte decidiu que o Acordo Coletivo 2020/2021 manterá as cláusulas sociais e as demais cláusulas propostas pela empresa, entre elas, as que se referem ao plano de saúde e benefícios como vale alimentação/refeição.


O tribunal também determinou a correção salarial em 2,6%. Sobre os dias parados, foi decidido que metade do período será descontado em folha e a outra metade será compensada.


FONTE/UOL

11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page